segunda-feira, 15 de outubro de 2007

Depois do capítulo, Julia, a menina veneno, é vez de Sílvio, o homem do dedo verde, roubar a cena e as capas de revista.

Família Bock, a missão

Por Lia Bobocka

Papai Bobocko testava sua mais nova máquina de marceneiro profissional quando um deslize desatento lhe tomou a ponta do indicador direito. Pelas barbas do profeta!! Mas fiquem calmos. Ele está achando lindo. 1) porque seu irmão gêmeo teve o dedão do pé amputado na juventude e agora, finalmente, a profecia dos gêmeos se confirma. 2) porque marceneiro que é marceneiro não tem um dedo. 3) porque foi só a cabecinha. Ufa! Assim que o dedo estiver olhável publicaremos as fotos nesse blog. Mas, para os mais curiosos fica uma descrição (sim eu olhei pra ele! Fui praticamente obrigada): o dedo virou uma mistura do aríete com um pintor francês. Explico: o aríete porque perdeu a ponta, e ficou meio reto. O pintor francês porque não ficou reto, reto mesmo, e sim meio tortinho. Com os pontos parece que está de boina. Na verdade, vai ficar bem útil esse dedo... ótimo para apertar o botão do elevador e fazer doim.

PS: a partir de agora cobraremos entrada para visitação.

PS2: Abrimos licitação para contratar uma assessoria de imprensa.

Grata, Lia Bobocka

4 comentários: